logotype

Bomba Pneumática

PRINCÍPIO DE FUNCIONAMENTO

       Válvula de distribuição de ar direciona o ar comprimido para uma das duas câmaras secas do diafragma. Este ar então empurra um dos diafragmas, forçando o fluido que está na câmara molhada a se movimentar.

       Este fluido abre a válvula de esfera superior e passa para o coletor superior da bomba e posteriormente para a linha de bombeamento.

       À medida que isto ocorre, o diafragma oposto é puxado para trás pelo eixo que interliga os dois diafragmas e transfere uma força de sucção ao fluido que se encontra na outra câmara molhada. Este fluido então, abre a válvula de esfera inferior e mais produto da  linha passa para o interior da bomba através dos coletores.

       No fim do curso, o ar da primeira câmara é exaustado e a válvula de distribuição de ar agora fornecerá ar sob pressão à segunda câmara, reiniciando o ciclo.

ESPECIFICAÇÕES
•    Pressão máxima de trabalho: 8,0 Kgf/cm² 
•    Pressão máxima de alimentação de ar: 8,5 Kg/cm². 
•    Auto-aspirante até 8 metros. 
•    Capacidade máxima dos modelos (a pressão zero): de 9 m³/h a 52 m³/h. 
•    Bomba seca: 6MCA 
•    Bomba e linha de sucção reais: 7,5 MCA 
•    Temperatura máxima de operação: 100ºC 

VANTAGENS
•    Pode operar a seco e com a saída fechada, sem causar danos à bomba.  
•    Possui modelos com coletor inferior com crivo, para evitar entrada de sólidos. 
•    Segura para operar em ambientes explosivos devido a não utilizar motores elétricos para acionamento. 
•    Bombeia suavemente líquidos sensíveis e degradáveis. 
•    Não possui partes rotativas, que torna a bomba ideal para o manuseio de fluidos viscosos e abrasivos. 
•    Fácil manutenção e poucas peças de reposição. Leve e portátil.

 

◄ Voltar

Todos direitos reservados ® 2019 Filtração e Equipamentos - R. Itapeti, 536 - Tatuapé - São Paulo/SP - CEP 03324-040
Telefone (11) 2092-5512 / (11) 2295-9151